SINCOVAL
« página inicial
(43) 3342-3132

Notícias

Intenção de Consumo das Famílias paranaenses cai em novembro

Terça-feira, 27 de Novembro de 2018

 


O indicador de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) elaborado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e divulgado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), está em 100,4 pontos no mês de novembro, com queda de 1% em relação ao mês anterior. Na comparação com novembro de 2017, houve redução de 1,3%.

Desde abril o indicador vem apresentando viés de queda no Paraná, mas ainda assim está acima na média nacional, que é de 87,6 pontos em novembro, apresentou aumento de 1,1% ante outubro e alta de 9,2% sobre novembro do ano passado.

As famílias com maior renda têm motivado a queda da ICF. A Perspectiva Profissional é o fator que mais aflige os paranaenses das classes A e B. Esse subindicador teve redução de 19,6% em novembro na comparação com outubro. Para as classes C, D e E a queda foi mais branda, de 1,3%.

A Situação no Emprego Atual também não é muito otimista entre os trabalhadores das classes mais altas, que estão se sentindo menos seguros no mercado laboral. Na variação mensal, a segurança no emprego caiu 8,9% para a faixa salarial maior. Já entre os trabalhadores com renda abaixo de dez salários mínimos, a Situação no Emprego teve melhora de 1,7% último mês.

O quesito Nível de Consumo Atual também reduziu consideravelmente entre os que ganham mais, e teve queda mensal de 13,7%, ante aumento de 3,6% entre as famílias com renda inferior a dez salários mínimos.

Tal situação deve-se ao fato de que as classes A e B concentram parte considerável de funcionários públicos, e as transições governamentais reveladas após as eleições trazem certo clima de insegurança tanto no emprego, quanto no aspecto do crédito ou rendimentos.

Por outro lado, a Perspectiva de Consumo cresceu 7,5% na faixa acima de dez salários e o Momento para Compra de Bens Duráveis se manteve estável. Já nas famílias de menor renda, a Perspectiva de Consumo aumentou 3% e o Momento para Duráveis caiu 2,7%, mesmo com a Black Friday.

Assessoria de Imprensa: 
Karla Santin – jornalismo@fecomerciopr.com.br | Fone: (41) 3304-2072